domingo, 1 de agosto de 2010

primaverando

Levvanveluwlandscape1a


Clima seco, desértico. Há tempos nenhum sentimento se abrigava em sua alma. Quando teve dó de si e conseguiu chorar, não tardou a sentir uma dor estranha: no peito umedecido brotava uma folha verde.

escrito em 24-07-2010

2 comentários:

dudv disse...

Lindo! Amei!

Angela disse...

Colhendo seus comentários mais entusiasmados sobre meus contos, dá para saber como você é sensível, seu Dudv!