quinta-feira, 3 de junho de 2010

hoje amanhã


Anos se foram desde a última vez que te vi e éramos jovens... Hoje te encontrei velhinha e reconheci como serás; a curva das costas, os mesmos cabelos desfeitos, brancos agora. O andar, os óculos de tanto ler e o riso solitário sob os aros. Serás em outro tempo, bem mais tarde, quando eu já não estiver aqui. Não poderei te ver, mas minha paixão escorreu pelo tempo e, tornada ternura, acompanha teus passos por calçadas futuras.


escrito em 02-06-2010

4 comentários:

dudv disse...

Lindo!!

Angela disse...

Obrigada dudv! Nestes dias os textos saem como se arrancados com saca-rolhas! esta difícil...

Da Noya disse...

Meu comentário é lindo, também! Desculpe-me pela falta de originalidade...

Angela disse...

Puxa Lu! Lindo é te encontrar por aqui. Obrigada querida. Espero tuas histórias, escritas!
um beijo sobre os oceanos.