quarta-feira, 15 de abril de 2009

surpresa

revista vogue pt jan 2008

Aceitara fazer um teste para cinema. No dia marcado, já à espera, assustou-se quando o fotógrafo entrou no estúdio, pois não tinha aparência humana. Translúcido e azulado, assim também pareciam o iluminador e a produtora que veio arranjar os detalhes. Sua expressão, entre a surpresa e o medo, ficou perfeita para o tema do filme policial a que se candidatara. Só não tinha consciência, ainda, de que tudo se passava em outra dimensão. Estava morta há algumas horas.


Escrito em 14-04-2009

2 comentários:

dudv disse...

Muito bom!!! Sem palavras!

Angela disse...

Dudv
Obrigada, vc parece gostar de textos fantasmático não é?