quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Uma troca?

escondida - desenho de a.schnoor



Na curva, as árvores cresciam no pequeno espaço divisório entre duas ruas. Protegida, lá estava ela, sempre agachada sob as copas como se meditasse. Todos os dias a mesma coisa até que sumiu por um bom tempo. Uma vez a vi andando pela rua, parecia doente e cansada, mas não voltou ao lugar.
A vegetação ganhou pujança sem par e o colorido suave era agradável em meio ao verão causticante. E, de repente, ela novamente abaixada, sempre de blusa vermelha, agora já quase escondida pela exuberância verdosa.
Alguns dias se passaram e as árvores podadas, amanheceram fracas e adoecidas, quase mortas. Dela, nunca mais eu soube.




escrito em 09-02-2009

4 comentários:

dudv disse...

Que desenho lindo!! Gostei, tem muita expressividade.

Rolou uma toca de energia entre a menina e as árvores. Percebi assim, muito instigante.

Angela disse...

Dudv
Já te respondi por longo e-mail mas fica meu obrigada pelo desenho e a concordância com sua percepção- há uma troca entre a mulher e as árvores, com o local mas como eu gostaria de saber mais!
Fico curiosa mas não sei ser intrujona!

quem? disse...

é maravilhoso te ler! me faltam elogios...

Angela disse...

quem?
Muito obrigada! Não elogia! Penso que sabe que aquele que escreve só deseja ser lido, isto basta e preenche!
um beijo da Angela.