segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Crime ou suicídio?

interferência sobre imagem de arquivo



Assim que seu personagem soprou a poeira dos documentos que encontrou, o escritor teve um grave acesso de tosse. Cianótico, parou de respirar e não mais escreveu.
O conto, incompleto, tornou-se a causa de sua morte. Jamais se esclareceu se os documentos estavam envenenados ou se houve apenas uma reação alérgica. O autor do sopro não pôde ser indiciado.


Escrito em 07-09-2008

4 comentários:

eduardo disse...

Sinceramente... Adorei o conto!!!! Está genial.

dudv disse...

Já pensou um curta?

Angela disse...

Eduardo
Eu tive muito prazer em escrever este conto. Acho que é o estilo que prefiro. Depois que escrevi o "apenas pó" ao me deitar comecwei a tossir e daí tive que levantar para anotar a idéia!
É engraçado como a inspiração ocorre!

Angela disse...

Dudv
Desculpe- esqueci de responder. Eu adoraria ter recursos e capacidade técnica para fazer curtas mas... quem sabe alguém se habilita?