sábado, 23 de agosto de 2008

Velhos hábitos


A senhora idosa mantinha-se viva apesar das tantas misérias e desgraças. Na parede da sala, o grande tapete onde tecera suas dores sustentava-se pela sujeira entranhada na trama desbotada.A luz do sol projetou-se na parede atapetada no dia em que uma notícia alegre iluminou a vida da megera. E ambos sucumbiram, destroçados.



Postado em IDEÁLIA a 7/19/2007

2 comentários:

JúliaML disse...

há pessoas que se alimentam disso mesmo..da penumbra e da tristeza.

O hábito é uma segunda natureza...

beijinho feliz, Angela

Angela disse...

Julia
Bom te saber feliz e, quando puder me conta mais sobre nosso amigo pois eu não falei com ele e apenas soube que estava bem!
E, não gosto de me alimentar de tristezas! :D